terça-feira, 22 de maio de 2012

GRIMES

HEY hey!!
Ontem, enquanto estava a fazer um trabalho para a fac. encontrei uma musica brutal, que passou por acaso no GrooveShark.


A banda chama-se GRIMES e deixou-me LOUCO!!
São canções com um lado emotivo e robótico, numa constante tensão entre a tecnologia e o carnal.   
Musicas pulsantes, do electro-pop que misturam uma sonoridade que vai do psicadélico, ao experimental passando pelo industrial. Um caos de ritmos digitais que parecem não pertencer a este mundo, que nos deixam hipnotizados a partir de um poder vocal que é engenhosamente texturado por camadas de guinchos e suspiros, que nos deixam à deriva num estado de prazer semi-consciente.
De certa forma, Claire Boucher, consegue tornar a "linguagem binária" sensual, introduzindo-lhe uma aura transcendental de nostalgia para o qual muito contribuiu o seu falsete de oitavas, num timbre doce e carinhoso.

Claire Boucher - GRIMES
Canções talhadas ao pormenor com elementos sonhadores, apontamentos pop, coberto por um manto sombrio do dubstep. É algo diferente, único e indecifrável... Uma intrigante combinação de sons que nos transporta para fora outro planeta.

Other Galaxy

De certa forma, acho me inspirou no trabalho e ate correu bem! :)

Eu, a apresentar...

ENJOY!

XX,
JB

2 comentários:

QueenC. disse...

Estás a estudar arte/pintura?


gostei da música :P

QueenC. disse...

Cultura Visual parece ser um curso interessante mas demasiada história não é para mim xD

O mac onde trabalho é em Viseu. Provavelmente não vives nem estudas aqui ;)**